Óleo de coco para perder gordura?!

- POR Maria Rocha

Parece que caiu nas graças do povo e agora é quase regra usar óleo de coco para a “queima de gordura”. O problema é que as pessoas tendem a generalizar tudo e saem incluindo o óleo de coco em qualquer lugar/ hora achando que vão acelerar a perda de gordura com isso!
Como isso tudo começou? O óleo de coco é fonte de TCM, que são triglicerídeos de cadeia média, ou seja, um tipo de gordura que é absorvida de forma mais rápida pelo organismo e é capaz de gerar energia também de forma bem rápida. Explicado isso, podemos entender essa substância como uma estratégia interessante para ser usada em um programa nutricional focado em redução do percentual de gordura corporal.
Mas atenção, ele é uma gordura e, como qualquer gordura, possui um valor calórico elevado e deve ser usado dentro de uma ESTRATÉGIA nutricional, e não à vontade, misturado com qualquer coisa.
Quando ele deve então ser usado? Ele seria bem-vindo, por exemplo, como um pré treino para atividades aeróbias (tipo de atividade que podemos usar gordura como fonte de energia). Neste caso, poderíamos incluir o óleo para manter uma boa fonte energética pré treino sem depender do carboidrato. Ou seja, poderíamos reduzir a prescrição de carboidratos neste momento sem que o esportista ficasse fraco para o treino (favorecendo assim a utilização de gordura como fonte energética para a atividade).
Mas qualquer um pode usar? Não! A resposta é negativa por 2 motivos:
1- Algumas atividades (anaeróbias) dependem do carboidrato como fonte de energia e esta gordura consumida em um pré imediato poderia prejudicar a utilização de carboidrato, havendo uma queda de rendimento.
2- Nem todo mundo é capaz de oxidar gordura de forma tão eficiente. Algumas pessoas (seja por genética ou por falta de treino) não conseguem utilizar tão bem a gordura como fonte energética para a atividade. Essas pessoas devem ser treinadas anteriormente para isso, caso contrário, poderão sentir um grande enjoo, além da estratégia não funcionar.
Resumindo: o óleo de coco pode sim ser muito bem-vindo na sua dieta, desde que haja uma estratégia por trás disso… Não siga simplesmente “a moda” na alimentação. Faça um programa individualizado e os resultados virão!
Beijos! Até!

 

Por Julia Engel ( Instagram: @juliacengel )


Papo Gula no


2017 © Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: mufasa
O Papo Gula utiliza imagens criativas arrematadas em pesquisas diárias para a elaboração dos posts. Portanto, ressaltamos que algumas imagens não são de nossa autoria ou cedidos formalmente para utilização no site. Por favor entre em contato pelo nosso formulário caso seja o autor de alguma imagem utilizada e gostaria que a mesma fosse removida. ;)