Minha mensagem para 2016

- POR Maria Rocha

Quantos quilômetros eu já percorri ? já até perdi a conta, só sei que eu vivi intensamente cada um deles. Percorrer esses kms só me fizeram andar para frente, aprendendo, errando, fracassando, evoluindo e sem nunca deixar que alguma pedra no meu caminho me fizesse desistir. Olhando para o ano que passou, se eu tivesse o poder de mudar alguma coisa, sinceramente eu não mudaria nada, a vida traça perfeitamente o nosso trajeto. Por mais que a gente faça planos, de uma hora para outra tudo pode mudar, seja para os momentos tristes ou alegres.. Essa que é a beleza da vida, nos surpreender a cada dia, imagina como seria sem graça saber o que vai acontecer ao decorrer dos dias, meses e anos…. Olhe para trás e veja por tudo que você passou, sejam momentos bons ou ruins, eles te tornaram uma pessoa mais forte. É preciso ter tristeza para dar valor a felicidade, é necessário que passemos por momentos difíceis para desenvolver a capacidade de resiliência que todos temos dentro de nós. É fundamental passar por todos os momentos e sentimentos da vida, até para a levarmos com mais leveza, calma e gratidão. Aprendi que nós construímos a nossa felicidade, porque projetar a felicidade para uma data específica se podemos ser feliz hoje? Viver o momento presente foi uma das coisas mais maravilhosas que já aprendi, não adianta viver de passado, nem de futuro por que o momento é aqui e agora, pois não vamos viver esse momento novamente. Viva o hoje e ao longo do tempo você vai olhar para trás e pensar, eu vivi e não apenas existi. 2015 começou como um livro em branco, nele você podia colocar tudo que quisesse, amor, alegrias, superação, poema e pesadelo. Como eu disse, Podia.. Agora já não pode mais. O seu livro já está escrito, concluído e não tem mais como corrigi-lo. Se for necessário, chore, sorria e abrace esse livro, mesmo que nele tenham páginas que são escuras, e se perdoe. Então não se arrependa de nada, folheie suas páginas, leia a sua própria história mais não arranque-as fora, todas são válidas. Use o seu livro como instrumento para escrever um novo, assim poderá repetir as coisas boas que escreveu e tentar evitar as ruins.

Em 2016 será entregue um outro livro, um livro em branco, e você poderá escrever ele todo de novo. Por isso que eu digo, viva o hoje, viva o momento presente, assim quando você for folhear as suas páginas você vai pensar, eu vivi e não apenas existi e deixei a vida passar! Como diria Roberto Carlos ” Se chorei ou se sorri o importante é as emoções que eu vivi”, são essas as emoções que nos constroem. Por isso não se leve tão a sério, não deixe o que você pode fazer hoje para amanhã, viva, e valorize a sua história porque uma hora ” a peça termina, os aplausos acabam e as cortinas se fecham” e você não fez nem metade do que queria. Agradeça, se perdoe, se ame e feche esse livro antigo com gratidão! Feliz Ano Novo!

Por Maria Rocha

 


Papo Gula no


2017 © Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: mufasa
O Papo Gula utiliza imagens criativas arrematadas em pesquisas diárias para a elaboração dos posts. Portanto, ressaltamos que algumas imagens não são de nossa autoria ou cedidos formalmente para utilização no site. Por favor entre em contato pelo nosso formulário caso seja o autor de alguma imagem utilizada e gostaria que a mesma fosse removida. ;)