Resiliência: Capacidade de Superação

- POR Maria Rocha

Apesar da psicologia ser uma ciência, filosofia que deveria visar uma melhora efetiva na qualidade de vida do sujeito, quase todas as abordagens teóricas focam mais no adoecimento psíquico do que na capacidade de superação e nos recursos pessoais utilizados para “seguir em frente” diante das adversidades. Algumas dessas abordagens são complexas e elucidativas para a compreensão mais profunda da subjetividade e do funcionamento psíquico. Outras são mais objetivas e apresentam técnicas de maior aplicação clínica. No entanto, nenhuma delas se destaca por oferecer uma leitura mais otimista e positiva do ser humano. Essa positividade é o que merece destaque sobre o conceito de Resiliência. A visão positiva em relação ao ser humano não significa que o tema da resiliência corrobore para uma psicologia individualista. Essa visão não prioriza a acomodação social do sujeito, pelo contrário, a ótica mais positiva, que acredita na superação humana pode ser de extrema valia na luta por uma realidade socioeconômica menos desigual. Resiliência deve ser entendida como a capacidade de superação em um sentido amplo, dinâmico, que não engloba somente aspectos individuais, mas todo o contexto ambiental e psicossocial que nos inserimos. Diante dessa dinâmica com o mundo à nossa volta é que aprendemos a nos reconstruir frente aos desafios da vida.
Débora Petersen

Psicóloga pela UERJ, Formação em Terapia Motivacional, Especialista em Dependência Química e trabalha junto comigo no Projeto Saúde Integrada


Papo Gula no


2017 © Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: mufasa
O Papo Gula utiliza imagens criativas arrematadas em pesquisas diárias para a elaboração dos posts. Portanto, ressaltamos que algumas imagens não são de nossa autoria ou cedidos formalmente para utilização no site. Por favor entre em contato pelo nosso formulário caso seja o autor de alguma imagem utilizada e gostaria que a mesma fosse removida. ;)